Política Rio

Partido da Mulher Brasileira oficializa Emir Larangeira como pré-candidato ao Governo do Rio de Janeiro

Publicados

Política Rio

Coronel reformado da PM, de 75 anos, é escritor e foi deputado estadual entre os anos de 1991 e 1994 – Foto: Divulgação

O Partido da Mulher Brasileira (PMB) oficializou, neste sábado (7), o nome do coronel da Polícia Militar Emir Larangeira como pré-candidato da legenda ao Governo do Rio.

O anúncio já havia sido feito pelo partido, mas a oficialização aconteceu em um evento, no Centro do Rio.

“Eu sou candidato porque sou PM, porque sou combatente, porque o desafio é grande e eu adoro desafio. E com a crença das categorias policiais eu vou vencer”, disse Larangeira.

Emir Larangeira tem 75 anos e é coronel reformado da Polícia Militar. Formado em Ciências Administrativas, Larangeira é escritor e foi deputado estadual entre 1991 e 1994. Do G1 Rio

Emir Larangeira se filia ao PMB – Foto: Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Partido dos Trabalhadores atrai correligionários de Ciro Gomes e filia 4 prefeitos do PDT no Ceará
Propaganda

Política Rio

Veículo do deputado Flávio Serafini é atingido por tiro em frente ao Armazém da Utopia, no Rio de Janeiro

Publicados

em

O parlamentar do Psol estava em frente ao Armazém da Utopia, na região Portuária do Rio, quando o carro que ele estava foi baleado – Foto: Divulgação / Octacílio Barbosa

O carro do deputado estadual Flavio Serafini (Psol) foi atingido por um tiro na madrugada deste sábado (21), quando estava em frente ao Armazém Utopia, na região Portuária do Rio, no Centro da cidade. Ninguém ficou ferido.

Segundo Serafini, o tiro atingiu a porta do carona do veículo que é blindado. O parlamentar não estava no carro no momento, mas havia uma pessoa dentro do veículo esperando o deputado chegar.

Tiro durante perseguição

O caso foi registrado na 5ª DP (Lapa) e, segundo o deputado, o carro foi atingido em meio a uma perseguição policial. De acordo com o relato, os policiais estavam tentando capturar suspeitos deroubar um celular.

Para Serafini, o tiro em seu carro durante uma ação da polícia contra suspeitos que, segundo ele, estavam desarmados, é uma falha da atual política de segurança pública do Rio de Janeiro. O deputado acredita que a orientação do estado é pautada no estímulo ao confronto e ao uso de arma de fogo sem risco iminente.

Leia Também:  Governo do Rio de Janeiro e SuperVia não entram em acordo e reajuste da passagem de trem continua indefinido

“É inaceitável que a nossa política de segurança seja orientada ao confronto nos fazendo vivenciar situações onde vidas são ceifadas em nome de aparelhos celulares e de uso desnecessário de força. Dessa vez a blindagem salvou um inocente de um tiro disparado pela própria polícia, mas muitas vezes o desfecho é trágico”, disse Serafini. Do G1 Globo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA