Política Rio

Filho da ex-deputada Flordelis ganha liberdade condicional e deixa a prisão em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio

Publicados

Política Rio

Carlos foi julgado no dia 12 de abril e condenado a 2 anos, dois meses e 20 dias de prisão pelo crime de associação criminosa armada na morte do pastor Anderson do Carmo.

Carlos Ubiraci Francisco da Silva, filho da ex-deputada federal Flordelis, deixou o presídio Evaristo de Moraes, em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, nesta segunda-feira (2). Ele cumprirá os últimos 6 meses da pena em liberdade condicional.

Carlos foi julgado no dia 12 de abril e condenado a 2 anos, dois meses e 20 dias de prisão pelo crime de associação criminosa armada na morte do pastor Anderson do Carmo. Entretanto, ele estava elegível ao benefício da liberdade condicional por já ter cumprido mais de um terço da pena, visto que estava preso há um ano e oito meses.

Em seu julgamento, o filho afetivo da deputada foi absolvido da acusação de homicídio triplamente qualificado consumado e de tentativa de homicídio duplamente qualificado. Também foi a primeira vez que ele culpou a mãe, a ex-deputada Flordelis, pela morte do pastor.

Leia Também:  Deputada Dani Monteiro denuncia que a família de Moïse Kabagambe, assassinado no Rio, não teve acesso ao inquérito

Na sexta-feira (29), a juíza Roberta Barrouin Carvalho de Souza, da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu liberdade condicional atendendo a um pedido da defesa de Carlos. Inicialmente, ele deixaria o presídio Evaristo de Moraes no próximo dia 19, mas o processo foi acelerado.

A magistrada determinou que ele deverá se apresentar a cada três meses à Justiça para justificar suas atividades e assinar o boletim de frequência. Além disso, Carlos Ubiraci deve comunicar qualquer mudança de domicílio mediante apresentação de comprovante de residência. Veja mais no G1 Rio

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Rio

Veículo do deputado Flávio Serafini é atingido por tiro em frente ao Armazém da Utopia, no Rio de Janeiro

Publicados

em

O parlamentar do Psol estava em frente ao Armazém da Utopia, na região Portuária do Rio, quando o carro que ele estava foi baleado – Foto: Divulgação / Octacílio Barbosa

O carro do deputado estadual Flavio Serafini (Psol) foi atingido por um tiro na madrugada deste sábado (21), quando estava em frente ao Armazém Utopia, na região Portuária do Rio, no Centro da cidade. Ninguém ficou ferido.

Segundo Serafini, o tiro atingiu a porta do carona do veículo que é blindado. O parlamentar não estava no carro no momento, mas havia uma pessoa dentro do veículo esperando o deputado chegar.

Tiro durante perseguição

O caso foi registrado na 5ª DP (Lapa) e, segundo o deputado, o carro foi atingido em meio a uma perseguição policial. De acordo com o relato, os policiais estavam tentando capturar suspeitos deroubar um celular.

Para Serafini, o tiro em seu carro durante uma ação da polícia contra suspeitos que, segundo ele, estavam desarmados, é uma falha da atual política de segurança pública do Rio de Janeiro. O deputado acredita que a orientação do estado é pautada no estímulo ao confronto e ao uso de arma de fogo sem risco iminente.

Leia Também:  "Bolsonaro se beneficia da impunidade que há com racistas no Brasil", diz deputada Benedita da Silva

“É inaceitável que a nossa política de segurança seja orientada ao confronto nos fazendo vivenciar situações onde vidas são ceifadas em nome de aparelhos celulares e de uso desnecessário de força. Dessa vez a blindagem salvou um inocente de um tiro disparado pela própria polícia, mas muitas vezes o desfecho é trágico”, disse Serafini. Do G1 Globo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA