Tudo Sobre Política

Vitória em primeiro turno dará força para desmascarar “armação” contra as urnas, diz Jandira Feghali

Publicados

Tudo Sobre Política

“O nosso grande desafio é a ampliação. Temos que isolar o outro lado e fazer a maior ampliação possível”, frisou a deputada federal Jandira Feghali – Foto: Stuckert | ABr

Brasil 247 – A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) participou do programa Giro das Onze, da TV 247, e analisou as perspectivas da campanha Lula-Alckmin e disse que as chances de tudo se resolver no primeiro turno seria fundamental para derrotar os intentos golpistas da extrema-direita.

“Está no rumo certo. O rumo da ampliação. Pela primeira vez, depois de muitos anos, a gente tem a possibilidade de ter uma eleição em um turno apenas. É possível, porque a terceira via não se sustenta de pé”, avalia a parlamentar.

Jandira reforçou a importância da frente ampla. “Temos que ter frente ampla. Estamos lidando com uma polarização com um fascista. Com um homem autoritário que a todo o momento ameaça golpes no Brasil. Golpes contra a democracia. Ele arma isso, permanentemente. Fica construindo a possibilidade de armar fake news, construindo a possibilidade de armar uma falsa fraude eleitoral para provocar o desmonte do processo eleitoral”, frisou.

.Para a deputada, se é uma eleição que pode ser resolvida em primeiro turno “nos dá força para evitar, inclusive essa armação”.

“A ampliação agora decide. O nosso grande desafio é a ampliação. Temos que isolar o outro lado e fazer a maior ampliação possível de uma eleição desse tipo”, acrescentou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Auditores decidem pela renúncia coletiva de cargos em protesto contra secretário da Receita Federal
Propaganda

Tudo Sobre Política

Congresso derrota Bolsonaro e garante R$ 7 bilhões para a Cultura, comemora deputada Gleisi Hoffmann

Publicados

em

“Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, afirmou a presidente nacional do PT – Foto: Marina Ramos / Câmara dos Deputados

Brasil 247 – A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), comemorou nesta terça-feira (5) a decisão do Congresso Nacional sobre a cultura após deputados federais e senadores não aprovarem duas proibições feitas por Jair Bolsonaro (PL) e, em consequência, garantirem que, por meio das leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, o governo ajude o setor cultural no País, com investimentos de quase R$ 7 bilhões.

“Dupla vitória da Cultura nacional contra Bolsonaro. Derrubamos dois vetos às leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2 que garantem R$ 7 bilhões em incentivo para o setor. Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, escreveu a parlamentar no Twitter. 

A Lei Paulo Gustavo prevê destinação de R$ 3,86 bilhões a estados e a municípios para o setor cultural, por causa dos efeitos da pandemia de Covid-19. Nesta terça, a proposta teve 414 votos de deputados pela derrubada do veto e 39 pela manutenção. Entre os senadores, foram 69 votos a zero contra a proibição de Bolsonaro.

Leia Também:  "Bolsonaro e seus seguidores podem ser tudo, menos cristãos", diz Deputada Gleisi Hoffmann

A Lei Aldir Blanc libera R$ 3 bilhões por ano aos governos estaduais e aos municipais, durante cinco anos, para o financiamento de iniciativas culturais. O placar foi 356 a 36 na Câmara dos Deputados e de 66 a zero no Senado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA