Tudo Sobre Política

“Lula está conduzindo a eleição com maestria”, diz ex-primeiro-ministro de Portugal José Sócrates

Publicados

Tudo Sobre Política

“Esquerda não vence eleições sem alianças para conquistar o eleitor moderado”, disse à TV 247 o ex-primeiro-ministro de Portugal – Foto: Ricardo Stuckert | Divulgação

O ex-primeiro-ministro de Portugal José Sócrates, em entrevista à TV 247, afirmou que o ex-presidente Lula (PT) “está conduzindo a eleição com maestria”.

Sócrates avaliou que para vencer a eleição, a esquerda precisa mesmo ampliar suas alianças para buscar os votos do eleitorado de centro. Na visão do português, é isto que Lula está fazendo. “Acho que Lula está a conduzir muito bem a próxima batalha, e não apenas muito bem, mas com uma responsabilidade e com uma maturidade política que faz falta em muitas regiões do mundo, como por exemplo na França”.

“Lula está a conduzir esta batalha como ela deve ser conduzida, em primeiro lugar percebendo que é uma batalha contra a extrema direita, e essa batalha é uma batalha importante, que faz da questão da democracia, da pluralidade e da política sem violência sua principal prioridade”, afirmou o ex-premiê.

Leia Também:  'Pinochet é de esquerda' e 'China é uma merda': o que pensa o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida

Ele se disse assustado em perceber que a direita brasileira é tão próxima do fascismo. “Eu pensei que conhecia o Brasil, mas só comecei a conhecer o Brasil a partir de 2015, quando pude perceber a violência que a direita foi capaz de usar contra a presidente Dilma, contra Lula. Grande parte da direita brasileira não tem nada de democrática, esse foi um choque que eu tive. Foi um choque para mim ver que a direita brasileira é sociologicamente muito próxima do fascismo”.

O português declarou que o Brasil “precisa de um novo projeto político” e que Lula está buscando a conciliação para viabilizar tal projeto. “Esta decisão de buscar Alckmin para ser seu vice me parece ser uma decisão que vai no bom sentido, de reconhecer que a esquerda não vence as eleições se não for capaz de construir um acordo social que vá um pouco além da esquerda e capte o centro”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo Sobre Política

Pernambuco: Lula tem o dobro de votos de Bolsonaro e Marília Arraes lidera com folga disputa pelo governo do estado

Publicados

em

Levantamento telefônico da Potencial Consultoria mostra que tanto Lula quanto Marília Arraes têm o dobro de votos entre os pernambucanos em relação ao segundo colocado – Foto: Ricardo Stuckert

Brasil 247 – Levantamento telefônico da Potencial Consultoria divulgado nesta terça-feira (9) mostra que o ex-presidente Lula (PT) tem quase o dobro de intenções de voto em relação a Jair Bolsonaro (PL) entre eleitores de Pernambuco.

  • Lula (PT): 50,1%
  • Bolsonaro (PL): 27,1%
  • Ciro Gomes (PDT): 3,5%
  • Simone Tebet (MDB): 1,1%
  • NS/NR: 11,4%
  • B/N: 5,2%

Os demais candidatos não atingiram 1%.

Governo de Pernambuco

Marília Arraes (Solidariedade) lidera a disputa pelo governo estadual com 29,4% das intenções de voto, quase o dobro em relação ao segundo colocado, Anderson Ferreira (PL), que tem 15,5%. 

  • Marília Arraes (SD): 29,4%
  • Anderson Ferreira (PL): 15,5%
  • Raquel Lyra (PSDB): 12,8%
  • Danilo Cabral (PSDB): 11,8%
  • Miguel Coelho (UB): 8,9%
  • B/N: 10,1%
  • Indeciso/Não sabe: 7%

Os demais candidatos não alcançaram 1%.

Senado

Lideram a disputa pelo Senado Tereza Leitão (PT), com 17,9%, e Gilson Machado (PL), com 14,8% das intenções de voto. 

  • Tereza Leitão (PT) – 17,9%
  • Gilson Machado (PL) – 14,8%
  • André de Paula (PSD) – 10,1% 
  • Guilherme Coelho (PSDB) – 5,3%
  • Carlos Andrade Lima (União Brasil) – 1,3% 
Leia Também:  MPF pede arquivamento de denúncia contra Lula, Dilma Rousseff e o ex-ministro Aloizio Mercadante

Os demais candidatos não alcançaram 1%

O levantamento ouviu 1.000 eleitores de Pernambuco por telefone entre 3 e 8 de agosto e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos BR-05385/2022 e PE-06509/2022. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro de 3,1 pontos percentuais.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA