Tudo Sobre Política

Lula defende a retomada de direitos dos trabalhadores e critica a reforma trabalhista, “mentalidade escravocrata”

Publicados

Tudo Sobre Política

É uma mentalidade “de quem acha que sindicato não tem que ter força, não tem representatividade”, acrescentou o ex-presidente – Foto: Reuters / Washington Alves

Brasil 247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a defender, nesta quinta-feira (12), a retomada de direitos para os trabalhadores e criticou a reforma trabalhista, ao dizer que seus autores têm uma “mentalidade escravocrata”.

“A mentalidade de quem fez a reforma trabalhista, a reforma sindical, é a mentalidade escravocrata, de quem acha que sindicato não tem que ter força, não tem representatividade. No mundo desenvolvido em que você tem economia forte, você tem sindicato forte, em qualquer país do mundo. Se você tiver economia forte você tem sindicato forte”, afirmou o ex-presidente, que participou da quarta edição do SindiMais.

A “mentalidade escravocrata” citada pelo ex-presidente se reflete nas declarações feitas por Jair Bolsonaro (PL) – em mais um crime de racismo, ele disse que o negro é pesado em arrobas.

Em seu discurso, Lula destacou a necessidade de o País retomar os investimentos públicos. “Não haverá teto de gastos no meu governo. Não que eu vá ser irresponsável, gastar para endividar o futuro da nação. Vai ter que gastar no que é necessário”, afirmou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presidente do PSB, Carlos Siqueira, diz que programa de Lula e Geraldo Alckmin "não pode ser de esquerda"
Propaganda

Tudo Sobre Política

Ex-presidente Lula avisa: luz vai ficar muito mais cara para os Brasileiro com venda da Eletrobrás

Publicados

em

O Brasil vai perder sua soberania e segurança energética caso a Eletrobrás seja privatizada, afirmou o ex-presidente Lula – Foto: Reuters

Brasil  247 – As contas de luz devem ficar mais caras e o Brasil vai perder sua soberania e segurança energética caso a Eletrobrás seja privatizada, afirmou o ex-presidente Lula ao comentar o processo de venda da maior empresa de geração de energia do País.

Lula avisou no Twitter: “as contas de luz devem ficar ainda mais caras”. “Só que quem não sabe governar tenta vender empresas estratégicas, ainda mais correndo para vender em liquidação”, escreveu. 

O Tribunal de Contas da União (TCU) pode aprovar hoje a venda da Eletrobrás. Com isso, Jair Bolsonaro pretende acelerar a entrega da empresa ao setor privado – uma das metas da chamada “ponte para o  futuro”, a agenda econômica do golpe contra Dilma Rousseff.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Veja o Vídeo: Anitta critica decisão do TSE de proibir manifestações políticas no Lollapalooza: "isso é censura"
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA