Tudo Sobre Política

Haddad saúda Petro e diz que Lula “terá oportunidade de promover integração regional” na América Latina

Publicados

Tudo Sobre Política

O ex-ministro e candidato ao governo de São Paulo parabenizou Gustavo Petro por sua vitória neste domingo, na eleição presidencial colombiana – Foto: Reuters

Brasil 247 – O ex-ministro, ex-prefeito e candidato ao governo de São Paulo Fernando Haddad (PT) cumprimentou pelo Twitter neste domingo (19) o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro.

Haddad afirmou que o ex-presidente Lula (PT), se eleito presidente do Brasil em 2022, terá uma oportunidade “tremenda” de promover uma integração da América Latina junto a outros líderes de esquerda da região, como o argentino Alberto Fernández, o chileno Gabriel Boric, o próprio Gustavo Petro e outros.

“Eleito, Lula terá uma oportunidade tremenda de, junto aos atuais líderes sul-americanos, promover uma radical integração regional. Parabéns, Gustavo Petro. Viva Colômbia!’, manifestou Haddad.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Eduardo Bolsonaro é o integrante mais perigoso da família, diz colunista da Folha
Propaganda

Tudo Sobre Política

Congresso derrota Bolsonaro e garante R$ 7 bilhões para a Cultura, comemora deputada Gleisi Hoffmann

Publicados

em

“Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, afirmou a presidente nacional do PT – Foto: Marina Ramos / Câmara dos Deputados

Brasil 247 – A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), comemorou nesta terça-feira (5) a decisão do Congresso Nacional sobre a cultura após deputados federais e senadores não aprovarem duas proibições feitas por Jair Bolsonaro (PL) e, em consequência, garantirem que, por meio das leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, o governo ajude o setor cultural no País, com investimentos de quase R$ 7 bilhões.

“Dupla vitória da Cultura nacional contra Bolsonaro. Derrubamos dois vetos às leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2 que garantem R$ 7 bilhões em incentivo para o setor. Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, escreveu a parlamentar no Twitter. 

A Lei Paulo Gustavo prevê destinação de R$ 3,86 bilhões a estados e a municípios para o setor cultural, por causa dos efeitos da pandemia de Covid-19. Nesta terça, a proposta teve 414 votos de deputados pela derrubada do veto e 39 pela manutenção. Entre os senadores, foram 69 votos a zero contra a proibição de Bolsonaro.

Leia Também:  "Candidatura de Fernanda Haddad em São Paulo é líquida e certa", diz Ex-ministro Luiz Marinho

A Lei Aldir Blanc libera R$ 3 bilhões por ano aos governos estaduais e aos municipais, durante cinco anos, para o financiamento de iniciativas culturais. O placar foi 356 a 36 na Câmara dos Deputados e de 66 a zero no Senado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA