Tudo Sobre Política

Ex-presidente Lula avisa: luz vai ficar muito mais cara para os Brasileiro com venda da Eletrobrás

Publicados

Tudo Sobre Política

O Brasil vai perder sua soberania e segurança energética caso a Eletrobrás seja privatizada, afirmou o ex-presidente Lula – Foto: Reuters

Brasil  247 – As contas de luz devem ficar mais caras e o Brasil vai perder sua soberania e segurança energética caso a Eletrobrás seja privatizada, afirmou o ex-presidente Lula ao comentar o processo de venda da maior empresa de geração de energia do País.

Lula avisou no Twitter: “as contas de luz devem ficar ainda mais caras”. “Só que quem não sabe governar tenta vender empresas estratégicas, ainda mais correndo para vender em liquidação”, escreveu. 

O Tribunal de Contas da União (TCU) pode aprovar hoje a venda da Eletrobrás. Com isso, Jair Bolsonaro pretende acelerar a entrega da empresa ao setor privado – uma das metas da chamada “ponte para o  futuro”, a agenda econômica do golpe contra Dilma Rousseff.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Integrantes do governo admitem possibilidade de golpe do presidente Bolsonaro com suspensão da eleição
Propaganda

Tudo Sobre Política

Congresso derrota Bolsonaro e garante R$ 7 bilhões para a Cultura, comemora deputada Gleisi Hoffmann

Publicados

em

“Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, afirmou a presidente nacional do PT – Foto: Marina Ramos / Câmara dos Deputados

Brasil 247 – A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), comemorou nesta terça-feira (5) a decisão do Congresso Nacional sobre a cultura após deputados federais e senadores não aprovarem duas proibições feitas por Jair Bolsonaro (PL) e, em consequência, garantirem que, por meio das leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc, o governo ajude o setor cultural no País, com investimentos de quase R$ 7 bilhões.

“Dupla vitória da Cultura nacional contra Bolsonaro. Derrubamos dois vetos às leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2 que garantem R$ 7 bilhões em incentivo para o setor. Viva a arte brasileira! Fora a ignorância!”, escreveu a parlamentar no Twitter. 

A Lei Paulo Gustavo prevê destinação de R$ 3,86 bilhões a estados e a municípios para o setor cultural, por causa dos efeitos da pandemia de Covid-19. Nesta terça, a proposta teve 414 votos de deputados pela derrubada do veto e 39 pela manutenção. Entre os senadores, foram 69 votos a zero contra a proibição de Bolsonaro.

Leia Também:  Rússia não está interessada em guerra, mas em mudanças, diz o presidente russo Vladimir Putin

A Lei Aldir Blanc libera R$ 3 bilhões por ano aos governos estaduais e aos municipais, durante cinco anos, para o financiamento de iniciativas culturais. O placar foi 356 a 36 na Câmara dos Deputados e de 66 a zero no Senado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA