Tudo Sobre Política

Bancada do PT na Câmara dos Deputado apresenta notícia-crime contra Braga Netto por ameaça às eleições

Publicados

Tudo Sobre Política

O partido pede que o MP requisite à Firjan as gravações do evento no qual o general teria dito que as eleições poderiam ser canceladas se alterações não fossem feitas – Foto: Paulo Sérgio / Câmara dos Deputados | ABr

Brasil 247 – A bancada do PT na Câmara dos Deputados, encabeçada pelo líder Reginaldo Lopes (MG) e pela presidente do partido, deputada Gleisi Hoffmann (PR), protocolou na segunda-feira (4) no Ministério Público do Distrito Federal uma notícia-crime contra o ex-ministro da Defesa e general Walter Souza Braga Netto (PL), pré-candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PL).

Os parlamentares pedem a instauração de procedimento de investigação criminal contra o militar e a adoção de medidas penais, cíveis e administrativas, com base em palestra feita por ele em 24 de junho, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), quando ameaçou que sem as mudanças defendidas por Bolsonaro no processo eleitoral “não tem eleição”. A legenda quer que o MP requisite à Firjan as imagens e gravações do evento.

Leia Também:  Público puxa coro contra Bolsonaro em show de Ivete Sangalo e cantora reage

A notícia-crime foi enviada à procuradora-geral de Justiça do DF, Fabiana Costa Oliveira Barreto.

A declaração do general “representa uma postura ultrajante, desrespeitosa, ofensiva e criminosa” e é “uma ameaça grave à independência do Poder Judiciário e de seus integrantes, especialmente da Corte Eleitoral, bem como um ataque às instituições republicanas e à ordem democrática nacional”, diz o documento.

Incitação ao crime                 

O partido acusa Braga Netto de incitação ao crime por atrair “os radicais seguidores” de Bolsonaro a se voltarem contra a eleição, deixando “transparecer de forma cristalina o interesse em incentivar publicamente condutas contrárias à lei e à ordem”.

Constrangimento de empresários

Os deputados e deputadas petistas observam ainda que a fala do general ocorreu dois dias antes de ele ser oficializado como pré-candidato a vice. A declaração teria causado grande constrangimento na plateia de cerca de 40 empresários selecionados pela federação empresarial para um encontro dedicado oficialmente à apresentação de pleitos do estado do Rio ao militar, que até então ocupava o cargo de assessor especial da Presidência da República.

Leia Também:  Vídeo: Ex-governador e ex-senador, Roberto Requião, anuncia filiação ao Partido do Trabalhadores

Os parlamentares do PT recordam que o general Braga Netto há tempos, de forma sistemática, tem ameaçado a democracia e o sistema eleitoral brasileiro. Em julho do ano passado, por exemplo, quando era ministro da Defesa, vociferou que a realização das eleições de 2022 estaria condicionada ao voto impresso, proposta que acabou sendo derrubada pelo Congresso Nacional.

Dupla antidemocrática

Para os parlamentares do PT, o militar está alinhado a Bolsonaro nas articulações contra o sistema eleitoral. Bolsonaro, eles lembram, “se recusou várias vezes a dizer se aceitará” o resultado das urnas. “Aliás, ele vive atacando publicamente o sistema eleitoral brasileiro, colocando em dúvidas a segurança das urnas eletrônicas, afirmando ter havido fraude em 2018, sem nunca ter apresentado qualquer prova”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tudo Sobre Política

Pernambuco: Lula tem o dobro de votos de Bolsonaro e Marília Arraes lidera com folga disputa pelo governo do estado

Publicados

em

Levantamento telefônico da Potencial Consultoria mostra que tanto Lula quanto Marília Arraes têm o dobro de votos entre os pernambucanos em relação ao segundo colocado – Foto: Ricardo Stuckert

Brasil 247 – Levantamento telefônico da Potencial Consultoria divulgado nesta terça-feira (9) mostra que o ex-presidente Lula (PT) tem quase o dobro de intenções de voto em relação a Jair Bolsonaro (PL) entre eleitores de Pernambuco.

  • Lula (PT): 50,1%
  • Bolsonaro (PL): 27,1%
  • Ciro Gomes (PDT): 3,5%
  • Simone Tebet (MDB): 1,1%
  • NS/NR: 11,4%
  • B/N: 5,2%

Os demais candidatos não atingiram 1%.

Governo de Pernambuco

Marília Arraes (Solidariedade) lidera a disputa pelo governo estadual com 29,4% das intenções de voto, quase o dobro em relação ao segundo colocado, Anderson Ferreira (PL), que tem 15,5%. 

  • Marília Arraes (SD): 29,4%
  • Anderson Ferreira (PL): 15,5%
  • Raquel Lyra (PSDB): 12,8%
  • Danilo Cabral (PSDB): 11,8%
  • Miguel Coelho (UB): 8,9%
  • B/N: 10,1%
  • Indeciso/Não sabe: 7%

Os demais candidatos não alcançaram 1%.

Senado

Lideram a disputa pelo Senado Tereza Leitão (PT), com 17,9%, e Gilson Machado (PL), com 14,8% das intenções de voto. 

  • Tereza Leitão (PT) – 17,9%
  • Gilson Machado (PL) – 14,8%
  • André de Paula (PSD) – 10,1% 
  • Guilherme Coelho (PSDB) – 5,3%
  • Carlos Andrade Lima (União Brasil) – 1,3% 
Leia Também:  “Levo uma palavra de otimismo, vamos reconstruir nossas vidas”, diz governador da Bahia Rui Costa

Os demais candidatos não alcançaram 1%

O levantamento ouviu 1.000 eleitores de Pernambuco por telefone entre 3 e 8 de agosto e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos BR-05385/2022 e PE-06509/2022. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro de 3,1 pontos percentuais.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA