Política

‘Bolsonaro quer fantoche para boi de piranha e justificar sua incompetência’, diz representante dos caminhoneiros

Publicados

Política

Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Caminhoneiros Autônomos, criticou a iniciativa do governo de recorrer ao STF contra o ICMS do diesel – Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado | ABr

Brasil 247 – O deputado federal Nereu Crispim (PSD-RS), presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, criticou nesta sexta-feira (13) a iniciativa do governo federal de tentar segurar o preço dos combustíveis indo ao Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o parlamentar, Jair Bolsonaro (PL) “chegou tarde” porque os caminhoneiros já acionaram a via jurídica. Os relatos feitos pelo deputado foram publicados pela coluna Painel.

“Isso não passa de uma ação para ganhar tempo e escolher outro fantoche para boi de piranha, para justificar sua incompetência e promessa não cumprida”, disse. “A União, por seu representante, o presidente da República Jair Bolsonaro, monta mais uma peça do teatro da Petrobras, usando ministros de fantoches, na tentativa de justificar o que não tem responsabilidade para resolver”, afirmou.

Leia Também:  Militares gastaram verba contra a covid-19 com filé mignon e picanha que ultrapassa R$ 535 mil

Segundo o parlamentar, é necessário o fim da paridade internacional dos preços do petróleo. “Caso contrário, os combustíveis e o gás de cozinha continuarão subindo cada vez mais. Isso é uma responsabilidade da União e não de uma empresa.”

Para o deputado, a ação é uma “mentira deslavada” e uma “hipocrisia eleitoreira”. O dirigente afirmou que Bolsonaro é o responsável pela crise.

O governo recorreu ao STF para garantir a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o óleo diesel prevista em lei aprovada pelo Congresso em março.

Para o parlamentar, não adianta “jogar a bomba” para os governadores, porque toda redução de alíquota pode vir a ser engolida “pelas variações sucessivas do dólar e do barril de petróleo”.

A Frente Parlamentar apresentou em 11 de março uma ação civil pública para a suspensão do aumento dos combustíveis. O Judiciário retirou a União do polo passivo da ação, e deixou apenas a Petrobrás. O processo foi encaminhado para a Justiça Estadual do Rio de Janeiro.

Alta de preços e reações de caminhoneiros

As críticas à alta da inflação aumentaram desde o último final de semana, após Bolsonaro anunciar um aumento de 8,87% no preço médio do diesel.

Leia Também:  Deputado tucano tem dito a aliados que não vê político mais habilidoso que ele para compor a chapa com Bolsonaro

O presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, o Chorão, criticou a mudança de ministro na pasta de Minas e Energia – saiu Bento de Albuquerque para a entrada de Adolfo Sachsida. De acordo com o dirigente, Bolsonaro quer apenas “ganhar tempo”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Ciro Gomes perde debate para Duvivier e tem mais menções negativas nas redes após o evento

Publicados

em

Diretor da Quaest aponta que as menções a Ciro Gomes aumentaram nas redes sociais, mas foram mais negativas – Foto: Reprodução

Brasil 247 – O pré-candidato à presidência pelo PDT, Ciro Gomes, perdeu o debate, na sexta-feira, 20, com o humorista Gregório Duvivier, segundo dados levantados pela Quaest, e divulgados pelo diretor do instituto de pesquisa, Felipe Nunes, nas redes sociais neste sábado, 21

“O que é inequívoco é que Ciro Gomes conseguiu esquentar a noite fria de 20/05. A média de menções ao seu nome passou de 25 mil para quase 90 mil”, comentou.

“O que Ciro não conseguiu fazer, no entanto, foi provocar uma mudança no sentimento digital das pessoas sobre ele. No começo da semana, o percentual de menções positivas foi de 28%, após o debate, ele chegou a 19%”, concluiu.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presidente Bolsonaro teve reuniões secretas com ex-presidente Jeanine Añez golpista presa na Bolívia
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA