Política de Brasília

Voto das mulheres: Desesperado por voto feminino, Bolsonaro pode trocar Braga Netto por Tereza Cristina na vice

Publicados

Política de Brasília

Amplamente rejeitado pelas mulheres, Jair Bolsonaro cogita alterar sua chapa – Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro pode promover uma mudança em sua chapa para tentar atrair o voto das mulheres, segmento em que ele tem fortíssima rejeição em razão de seu estilo ogro e de suas posturas misóginas.

“Dois meses após anunciar que o ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto tinha ‘90% de chances’ de ser o vice em sua chapa à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro (PL) deixou explícito que a decisão não está tomada e que há ao menos um outro personagem no páreo: a deputada e ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina (PP-MS), pré-candidata ao Senado. Além do potencial de atrair o eleitorado feminino, a parlamentar do Centrão tem bom trânsito entre empresários e é considerada habilidosa”, informa reportagem do jornal O Globo.

“Integrantes do núcleo duro da campanha vêm defendendo o nome dela junto a Bolsonaro. Por ora, ele indica que Braga Netto continua sendo seu preferido, mas, diferentemente do que vinha ocorrendo, passou a considerar abertamente escolhê-la para o posto”, acrescenta a reportagem. “Alguns querem a Tereza Cristina, um excelente nome também. Mas isso vai ser definido mais tarde”, disse o próprio Bolsonaro.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bolsonaro é aconselhado a segurar gasolina para tentar se reeleger e acionistas terão "cota de contribuição" durante a guerra
Propaganda

Política de Brasília

“PEC da compra de votos” “Bolsonaro é um vírus que está prestes a ser expelido”, diz Leonardo Stoppa

Publicados

em

Por isso mesmo, diz o jornalista, a oposição não deve criticar a “PEC da compra de votos” – Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Marcos Corrêa/PR

Brasil 247 – O jornalista Leonardo Stoppa defendeu, no programa Leo ao Quadrado do dia 1 de julho, em parceria com o jornalista Leonardo Attuch, editor da TV 247, a posição adotada pelos senadores da oposição, que votaram a favor da “PEC da compra de votos” apresentada pelo governo Jair Bolsonaro e aprovada pelo Senado. “Não dá pra combater transferência de renda na véspera de eleição”, disse ele. “Bolsonaro é um vírus que está prestes a ser expelido e precisamos ter paciência e estratégia”.

Stoppa também falou sobre as ameaças golpistas do general Braga Netto. “Bolsonaro não vai dar golpe, mas quer criar medo na sociedade. O golpe é bem difícil no contexto atual. Precisamos conquistar a maioria, inclusive os militares”, afirmou. Stoppa também disse que as pesquisas apontam que muitos candidatos irão se distanciar de Bolsonaro, uma vez que ele contamina as campanhas de candidatos aos governos e ao parlamento. “Cada vez menos políticos querem se associar ao Bolsonaro”, afirma.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bolsonaro é rejeitado pela maioria do eleitorado de São Paulo e Rio de Janeiro. A pior avaliação se dá entre os jovem
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA