Polícia

Dois Brasileiros que estudam medicina na Bolívia e Paraguai são presos acusados de serem “mulas” de traficantes

Publicados

Polícia

Polícia Civil prendeu dois estudantes de medicina que estudam no exterior são acusados de serem ‘mulas’ do tráfico para entrar em SP com cocaína e skank nas bagagens – Foto: Polícia Civil

Após um ano de investigações, a Polícia Civil prendeu dois brasileiros, estudantes de medicina no Paraguai e na Bolívia, acusados de terem sido contratados como ‘mulas’ por traficantes para levarem drogas desses países a São Paulo.

As prisões de um estudante de 24 anos, em fevereiro, e de uma aluna de 29, na última quarta-feira (11), no Terminal Rodoviário da Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista, confirmaram a existência de um esquema de tráfico internacional de drogas que oferece dinheiro a brasileiros que cursam medicina no exterior.

De acordo com o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), os brasileiros recebem os entorpecentes nos países vizinhos, depois atravessam a fronteira com o Brasil de ônibus, entrando pelo Mato Grosso (MT) ou Mato Grosso do Sul (MS). E desses estados seguem para São Paulo.

Leia Também:  Polícia Federal de São Paulo faz operação contra quadrilha que tinha navio próprio para enviar cocaína ao exterior

Segundo a investigação, no começo do ano, o jovem preso confessou que um traficante paraguaio ofereceu a ele R$ 4 mil para transportar 3kg de cocaína pura dentro de uma mala preta.

O dinheiro seria pago ao aluno de medicina por um traficante brasileiro assim que ele desembarcasse com a droga na rodoviária de São Paulo. Mas ao chegar, ele foi surpreendido por policiais civis da 4ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) do Denarc.

Apesar de confessar o tráfico, crime pelo qual foi indiciado, o rapaz se recusou a dizer os nomes dos traficantes que o aliciaram. A droga que ele transportava foi apreendida.

Maconha sabor limão

Na quarta, a mesma equipe policial prendeu em flagrante a estudante. Segundo os agentes, ela disse informalmente que um traficante boliviano lhe prometeu R$ 5 mil para levar 12 kg de Skank (maconha potencializada) até São Paulo.

A droga estava em 36 embalagens dentro de uma mala rosa. De acordo com o Denarc, o entorpecente apreendido era uma maconha gourmet, nome dado a ervas geneticamente modificadas com sabores.

Leia Também:  1°de maio: trabalhadores Brasileiros saem às ruas contra a fome, o desemprego e pelo Fora Bolsonaro

No caso dela, havia um aroma de limão. Nota característica da maconha conhecida como Super Lemon Haze (névoa de super limão em tradução livre). A estudante também foi responsabilizada criminalmente por tráfico de drogas. Veja mais no G1 Rio

Super Lemon Haze (névoa de super limão, numa tradução livre do inglês para o português) é uma maconha gourmet que é consumida principalmente por pessoas com alto poder aquisitivo em festas privadas em São Paulo – Foto: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Militar prende homem suspeito de matar pai e mãe com marreta após discussão em São Gonçalo, no Rio de Janeiro

Publicados

em

Agentes do Segurança Presente prendem acusado de matar os pais  – Foto: Reprodução

Um homem foi preso nesta segunda-feira (4), em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, suspeito de matar os pais com uma marreta.

De acordo com a Polícia Militar, homens do 7ºBPM (São Gonçalo) foram acionados para ir ao bairro Sacramento para verificar uma ocorrência de homicídio. No local, os policiais encontraram duas vítimas.

Instantes depois, o suspeito de cometer o crime foi detido por uma equipe do Segurança Presente, em uma galeria comercial, no bairro Pacheco. No local, ele comprou chinelos e entrou em uma barbearia.

Segundo os agentes, ele estava confuso, não respondeu a nenhuma pergunta e tentou fugir. Ele estava com R$ 4.200 em espécie, um celular, documentos da Previdência Social e cartões de banco de uma das vítimas.

O homem foi levado para a 74ª DP, em Alcântara, onde foi preso em flagrante. Segundo informações iniciais, ele teria cometido o crime após discutir com o pai e a mãe e sob o efeito de drogas.

Leia Também:  Polícia Federal prende mulher em flagrante no Aeroporto do Rio, transportando 10kg cocaína no forro de mala

Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) já estão fazendo diligências para esclarecer os fatos. Do G1 Rio

Suspeito de matar os pais com marreta foi preso em uma galeria comercial em São Gonçalo – Foto: Reprodução

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA