Geral

Totens de mídia do Aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro são hackeados e passam a exibir vídeos pornôs

Publicados

Geral

Os painéis afetados, segundo a Infraero, são de uma empresa de publicidade. Essa rede, e não a do aeroporto, é que foi invadida – Foto: Reprodução

G1 Rio – Totens de mídia do Aeroporto Santos Dumont foram hackeados na manhã desta sexta-feira (27). No lugar de propagandas e informações sobre o terminal, as telas exibiam filmes pornôs.

“Muitas pessoas pararam para ver o que estava acontecendo. Ficaram rindo, fazendo fotos e vídeos do que estava passando”, contou uma funcionária de uma loja do corredor.

“Uma equipe grande de segurança veio rapidamente para tentar desligar o monitor”, lembrou.

Segundo a Infraero, os painéis afetados são de uma empresa de publicidade, cuja rede não tem relação com o sistema dos painéis de voos.

“Os monitores relacionados ao caso permanecerão desligados em nossa rede de aeroportos até que esteja garantida, pela empresa exploradora de mídia, sua confiabilidade”, declarou o órgão.

A nota da Infraero

“Ao tomar conhecimento da publicação indevida em um dos monitores publicitários do Aeroporto Santos Dumont, a Infraero tomou as medidas legais cabíveis, com registro de boletim de ocorrência e comunicação à Polícia Federal, bem como a notificação da empresa terceirizada responsável pela sua gestão para tomar providências quanto à segurança das informações veiculadas em totens de mídia”, informou a empresa.

Leia Também:  STJ absolve Flávio Silva Santos, de 30 anos preso por dois anos após erros em reconhecimento fotográfico

“Ressaltamos que o conteúdo exibido nos monitores de mídia é de responsabilidade das empresas exploradoras de publicidade, que utilizam redes lógicas e sistemas próprios de divulgação, não tendo qualquer relação com o sistema de informação de voos da Infraero”, emendou. 

Totens do Santos Dumont são hackeados – Foto: Reprodução

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Projeto de extensão Doutores da Beleza promove curso para egressas dos presídios femininos de Santa Catarina

Publicados

em

A Universidade do Vale do Itajaí (Univali), por meio do projeto de extensão “Doutores da Beleza no Âmbito Social”, promove de 28 de junho a 9 de julho o curso profissionalizante de estética facial para egressas dos presídios femininos de Santa Catarina.

A formação, on-line e gratuita, terá quatro encontros e a expectativa é reunir cerca de 300 participantes.

O objetivo do curso é a ressocialização das mulheres por intermédio da qualificação profissional e inclusão no mercado de trabalho na área de estética. “O projeto Doutores da Beleza contribui para a geração de renda e inclusão social das egressas do sistema prisional do Estado. Este módulo será sobre depilação com linha e será ministrado pela professora Silmara Hoepers”, explica a professora Juliana Gallas, responsável pelo projeto.

O projeto de extensão Doutores da Beleza foi criado em 2008 e atua na profissionalização de pessoas em situação de vulnerabilidade. Mais de três mil pessoas já foram beneficiadas com cursos e ações.

Os projetos de extensão da Univali são supervisionados pela Coordenação de Projetos e Programas de Extensão da Vice-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Farmácia de São Paulo acusada de homofobia por chamar publicitário de 'Gaylileu' paga R$ 40 mil de indenização
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA