Entretenimento

Cantor Caetano Veloso questiona em seu show: “onde estão Bruno Pereira e Dom Phillips?” desaparecidos no Valle do Javari

Publicados

Entretenimento

Os dois estão desaparecidos desde a manhã de domingo no Valle do Javari, região remota e de selva da Amazônia – 

Brasil 247 – O cantor e compositor Caetano Veloso abriu seu show no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (8), cobrando que sejam intensificadas as buscas por Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian, e pelo indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira. 

Os dois estão desaparecidos desde a manhã de domingo no Valle do Javari, região remota e de selva da Amazônia.

“Exigimos saber onde estão Bruno Pereira e Dom Phillips”, disse Caetano. 

Manifestações em Londres, no Reino Unido, e em Los Angeles, nos Estados Unidos também cobraram respostas sobre o desaparecimento. 

Veja o vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Encontro de Bruno Araújo com Eduardo Leite foi estopim para ex-governador João Doria mexer na campanha
Propaganda

Entretenimento

Cantora Pabllo Vittar se queixou pelo Instagram de uma suposta censura que teria sofrido por parte do YouTube

Publicados

em

A cantora disse que o nome de sua música precisou ser alterado enquanto canção de Zé Felipe, com nome muito semelhante, não sofreu mudança Foto: Divulgação / Pedrita Junckes

Brasil 247 – A cantora Pabllo Vittar se queixou pelo Instagram de uma suposta censura que teria sofrido por parte do YouTube. Ela contou que ao lançar a música “Bandida”, em parceria com Pocah, a plataforma pediu para que a última letra da palavra fosse substituída por um asterisco, porque o termo contrariava as diretrizes da empresa.

Ela detacou, porém, que o cantor Zé Felipe lançou uma música chamada “Bandido” e não sofreu reprimenda por parte do YouTube. A artista encarou o episódio como censura.

“Lembram quando eu lancei Bandida e o YouTube me restringiu fazendo eu colocar um asterisco no final de Bandida? Então, Zé Felipe acabou de lançar uma música que se chama Bandido, uma música legal, só que o YouTube não o restringiu. Está escrito lá, Bandido, com todas as letras”, desabafou Pabllo.

“Eu só fico muito triste quando vejo essa discrepância. Já que as diretrizes do YouTube são iguais para todos, por que comigo sempre é assim? Às vezes parece que as pessoas estão pegando no nosso pé, mas isso só dá mais força para a gente conseguir fazer os nossos trabalhos, mas isso me entristece muito”, concluiu.

Leia Também:  Originalmente: Chico Buarque decidiu que não cantará mais "Com açúcar, com afeto", criticada por feministas

Fãs da cantora criaram a campanha “Free Bandida” para pressionar o YouTube.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA