Política de São Paulo

“João Doria já foi informado pelo PSDB que não será candidato a presidente”, diz deputado Paulinho da Força

Publicados

Política de São Paulo

Segundo o presidente do Solidariedade, a informação foi repassada a ele durante uma reunião com o deputado mineiro Aécio Neves e o ex-governador Eduardo Leite – Foto: Wilson Dias – ABR

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG)  disse ao presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força (SP), que o ex-governador João Doria não será candidato a presidente da República pelo partido tucano. “É verdade. Eles me falaram que já avisaram o Doria que ele não será candidato a presidente da República”, disse o dirigente do Solidariedade à coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

A afirmação teria sido feita durante uma reunião, realizada na segunda-feira (18) entre Paulinho da Força , Aécio e o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite, que tenta ser o candidato tucano apesar de ter perdido as prévias do partido para João Doria. “Segundo ainda Paulinho, Aécio afirmou que esse era ‘o único jeito de salvar a candidatura’ do tucano Rodrigo Garcia (PSDB-SP) ao governo de São Paulo”, diz um trecho da reportagem.

Leia Também:  Advogado que revelou áudios da tortura responde presidente do STM: 'as instituições amadurecem quando reconhecem a história'

Segundo a última pesquisa Datafolha, 66% dos eleitores paulistas não votariam de jeito nenhum em um candidato ao governo estadual apoiado por João Doria, enquanto outros apenas 8% votariam com certeza em alguém indicado por ele. Outros 23% afirmaram que talvez escolhessem um candidato apoiado por Doria e 3% não opinaram ou não responderam aos questionamentos da pesquisa.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política de São Paulo

Uma pessoa morreu de frio enquanto a Prefeitura de São Paulo comemora ter R$ 30 bilhões em caixa

Publicados

em

“Há algo de errado quando economizar vale mais que salvar vidas”, postou Guilherme Boulos nas redes sociais – Reprodução / Facebook

Brasil 247 – O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)  e candidato a deputado federal, Guilherme Boulos (PSOL-SP), usou o Twitter para questionar a sobra de caixa de R$ 30 bilhões anunciada pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), enquanto a população de rua sofre com os efeitos do frio na capital paulista, que já levou uma pessoa à morte.

“Uma pessoa morreu de frio na porta de um abrigo da Prefeitura de SP. Enquanto isso, a prefeitura comemora que tem R$ 30 bilhões em caixa, valor recorde. Há algo de errado quando economizar vale mais que salvar vidas…”, postou Boulos no Twitter. 

A postagem faz referência à morte de Isaías de Faria, de 66 anos, que faleceu no centro comunitário São Martinho de Lima, na zona leste de São Paulo, na manhã da quarta-feira, 17.

Leia Também:  "Totalmente desproposital", diz Mourão sobre militares não aceitarem a volta do ex-presidente Lula

Segundo o presidente do Movimento Estadual da População em Situação de Rua, Robson Mendonça, Isaías Isaías havia dormido na rua, próximo ao núcleo de convivência. Durante a madrugada a temperatura média chegou a 7º, mas as rajadas de vento fizeram a sensação térmica chegar a 0º.

Veja a postagem de Guilherme Boulos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA