Política de São Paulo

Conversas para promover aliança entre Fernando Haddad e Márcio França em São Paulo se intensificam

Publicados

Política de São Paulo

Aliados dos dois pré-candidatos ao governo do estado tratam o tema como prioritário – Foto: Divulgação

As conversações para que Fernando Haddad (PT-SP) e Márcio França (PSB) se unam em uma chapa única na disputa pelo governo de São Paulo se intensificaram nesta semana. Interlocutores do PT e do PSB se empenham para que a aliança seja oficializada nos próximos dias, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo.

França ainda mantém a posição de que as duas legendas façam uma pesquisa para ver quem tem melhores chances de vencer as eleições. A condição será novamente levada a Haddad e à cúpula do PT. 

De todos os personagens envolvidos nos diálogos, os que mais acreditam que a união sai são Lula (PT) e Geraldo Alckmin (PSB). Os dois acreditam que o simbolismo da junção de forças no estado de São Paulo seria fundamental para impulsionar a chapa nacional à Presidência.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Experimentos nazistas realizados na Alemanha: "Prevent Senior é o microcosmo do nazismo no Brasil", diz Jeferson Miola
Propaganda

Política de São Paulo

Uma pessoa morreu de frio enquanto a Prefeitura de São Paulo comemora ter R$ 30 bilhões em caixa

Publicados

em

“Há algo de errado quando economizar vale mais que salvar vidas”, postou Guilherme Boulos nas redes sociais – Reprodução / Facebook

Brasil 247 – O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)  e candidato a deputado federal, Guilherme Boulos (PSOL-SP), usou o Twitter para questionar a sobra de caixa de R$ 30 bilhões anunciada pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), enquanto a população de rua sofre com os efeitos do frio na capital paulista, que já levou uma pessoa à morte.

“Uma pessoa morreu de frio na porta de um abrigo da Prefeitura de SP. Enquanto isso, a prefeitura comemora que tem R$ 30 bilhões em caixa, valor recorde. Há algo de errado quando economizar vale mais que salvar vidas…”, postou Boulos no Twitter. 

A postagem faz referência à morte de Isaías de Faria, de 66 anos, que faleceu no centro comunitário São Martinho de Lima, na zona leste de São Paulo, na manhã da quarta-feira, 17.

Leia Também:  Polícia Militar reprime servidores em manifestação contra reforma da previdência municipal de São Paulo

Segundo o presidente do Movimento Estadual da População em Situação de Rua, Robson Mendonça, Isaías Isaías havia dormido na rua, próximo ao núcleo de convivência. Durante a madrugada a temperatura média chegou a 7º, mas as rajadas de vento fizeram a sensação térmica chegar a 0º.

Veja a postagem de Guilherme Boulos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA