Cultura

Rio vai receber edição do Web Summit em 2023; evento é considerado o maior encontro de tecnologia do mundo

Publicados

Cultura

Paddy Cosgrove, cofundador do Web Summit, falou do crescimento das start ups na América Latina — Foto: Reprodução

O Rio de Janeiro vai receber a edição do Web Summit – maior conferência de tecnologia do mundo. O evento em terras cariocas será realizado entre os dias 1 e 4 de maio de de 2023 no Riocentro, Zona Oeste da cidade.

O anúncio oficial foi feito na manhã desta terça-feira (3) durante uma entrevista coletiva on line que reuniu o cofundador do Web Summit, Paddy Cosgrove, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o presidente do Senac – principal patrocinador do evento -, Antonio Florencio.

“Enxergamos a América Latina como o local de maior crescimento de start ups no mundo e o Brasil lidera esse movimento. A realização desse evento vai consolidar o desenvolvimento tecnológico que já ocorre no Rio. A cidade já recebeu alguns dos maiores eventos do mundo – especialmente na área de esportes, como os Jogos Olímpicos. Temos certeza que essa experiência vai ajudar.Achamos que esta é a hora certa para ir ao Brasil”, afirmou Cosgrove.

Paes falou sobre os benefícios que a realização do Web Summit pode trazer à cidade.

Leia Também:  Desmatamento: maior tendência de seca na América do Sul foi em área de transição de Amazônia e Cerrado

“Queremos que o Rio se transforme no ‘hub’ de tecnologia da América Latina. É uma grande oportunidade para trazer companhias e negócios para o Rio de Janeiro”.

A princípio, o contrato firmado entre a Prefeitura do Rio e o Web Summit prevê a realização de três edições do evento em território carioca. Esse prazo, no entanto, pode ser renovado.

Segundo o prefeito, o evento vai reforçar a implantação do uso de novas tecnologias – como criptomoedas e blockchains – na rotina da cidade.

“Criptomoedas são uma inovação, um novo ambiente. E isso é parte do caminho que já tomamos. A prefeitura já anunciou que vai aceitar o pagamento do IPTU em criptomoedas no ano que vem”.

Cosgrove afirmou que a inclusão digital será parte fundamental da edição carioca do Web Summit. “As tecnologias diminuem as distâncias e ajudam a incluir as pessoas. Essa é uma das principais preocupações do Web Summit”.

Paes afirmou que o município não colocará dinheiro na realização do evento – o investimento será feito pelo Senac.

Tradicionalmente realizado em Lisboa, Portugal, o Web Summit se transformou no maior evento de tecnologia do mundo. Esta será a primeira edição do Web Summit realizado fora da Europa. Veja mais no G1 Rio

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Cultura

Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, promove feira de artes gráficas com obras de 20 artistas da periferia do país

Publicados

em

O artista plástico Guinho Nascimento, que participa da feira no MuseuAfroBrasil, em São Paulo – Foto: Lidia Martiniano/Divulgação

O Museu Afro Brasil promove neste sábado (21) a primeira feira de artes gráficas MAB – MARGENS, que reunirá 20 proeminentes artistas e coletivos da periferia do país.

A feira está atrelada às atividades da 20ª Semana Nacional de Museus de 2022, que traz o tema: O Poder dos Museus, que reflete sobre a importância de reconhecer o papel dos museus na sociedade brasileira.

Entre os artistas que estarão na exposição estão nomes como Binário Armada, Dani Rampe, Guinho Nascimento, Helo Rodrigues, May Solimar e Roni Evangelista.

Segundo o portal G1, são destaques, o Cordel Urbano e a artista Luna Bastos, que vêm respectivamente da Bahia e do Piauí, e Natali Mamani, artista boliviana.

Entre os coletivos, os destaques são XiloCeasa e Editora Marginal.

A exposição também terá escritores e pesquisadores, que estarão representados pela Aziza Editora.

Neste ano, a feira tem como tema “O poder das Margens”, com o objetivo de alcançar artistas e suas respectivas produções gráficas que ficam muitas vezes à margem dos museus brasileiros, oferecendo também espaço de venda e troca de seus trabalhos.

Leia Também:  Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, promove feira de artes gráficas com obras de 20 artistas da periferia do país

O acesso neste sábado (21) será livre, sem necessidade de realizar inscrição, das 12h às 17h.

Na compra de qualquer obra dos artistas expositores, o público receberá também um voucher com direito a dois ingressos para entrada no MAB e concorrerá no final da feira a uma obra do artista e curador Emanoel Araujo.

Semana Nacional de Museus

A 20º Semana Nacional de Museus de 2022, abrange mais de 300 cidades nas cinco regiões do país com atividades acontecendo entre os dias 16 e 22 de maio.

Na capital paulista são quase 50 Institutos e Instituições na programação oficial, disponibilizada pelo Sistema Brasileiro de Museus (SBM).

“As expectativas para essa primeira edição da feira são grandes. São trabalhos diversos e originais que valorizam artistas e coletivos proeminentes das artes gráficas. Queremos estabelecer aproximações e um diálogo potente entre os artistas, o museu e o público. Esperamos que as pessoas compareçam neste sábado para apreciar o evento”, comenta Joyce Farias, pesquisadora do Museu Afro Brasil.

Serviço

O Museu Afro Brasil está localizado no Parque Ibirapuera. Funciona de terça a domingo, das 10h às 17h, com permanência até as 18h.

Em dias comuns o valor do ingresso para acessar as diversas exposições e atividades do MAB é de R$ 15 inteira e R$ 7,50 para meia entrada, porém as quartas-feiras a visitação é gratuita para todos.

Leia Também:  Cena subaquática vence prêmio de fotografia da vida selvagem; veja as ganhadoras

Informações como exposições, atividades, notícias e contato podem ser acessados através do site do museu: Museu Afro Brasil

O artista plástico Roni Evangelista, que estará na exposição do MuseuAfroBrasil, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo –  Foto: Iwintolá / Divulgação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

TUDO SOBRE POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA